Servindo a Palavra: 17 de Outubro

SEGUNDA-FEIRA 17 DE OUTUBRO DE 2022

Lucas 12, 13-21:

“Guardai-vos de toda a avareza: a vida de uma pessoa não depende da abundância dos seus bens… Assim acontece a quem acumula para si, em vez de se tornar rico aos olhos de Deus”.

 

Vivemos submersos no consumo e no ter. Acumulamos coisas e mais coisas. Não sabemos viver se não estamos rodeados de tudo aquilo que nos propõem os meios de comunicação, a publicidade ou a moda. Queremos ser ricos para desfrutar de tudo o que a riqueza pode proporcionar.

Mas tudo isso, como tudo o que é humano, é efémero, pode terminar a qualquer momento.

A sabedoria do evangelho de hoje convida-nos a ser ricos diante de Deus. E a riqueza que Deus valoriza e quer é precisamente a nossa pobreza. Que saibamos valorizar antes de tudo e sobretudo o seu amor, o seu carinho, a sua proximidade, o seu perdão, a sua graça, a sua bondade, a sua misericórdia…

Esta é a riqueza que ninguém nem nunca nos poderão tirar.

Enche-te da riqueza de Deus que é a única riqueza que te pode enriquecer para sempre.

Bom dia.

Antonio Sanjuan Cmf

 

0

Start typing and press Enter to search