Feliz Dia do Pai Claret 2022!

Como todos os 24 de Outubro, celebramos a Solenidade de Santo António Maria Claret. Este ano é um tempo de graça especial devido à celebração do Sínodo dos Bispos que temos vindo a preparar de 2021 a 2023.

É proposto a todos os membros da Igreja avançar na construção de uma Igreja sinodal baseada no diálogo, busca e gratidão. Sob o patrocínio do P. Claret, pedimos ao Senhor que nos incuta o que o Sínodo nos pede: o espírito de “comunhão, participação e missão”.

Comunhão. É uma atitude interior que se enraíza em nós e, se cultivada, cresce com o tempo. Precisa de espaço para crescer, e por vezes é ameaçado pelos vírus do individualismo, da competitividade, da indiferença… Se permanecermos em comunhão de vida com o Senhor, o Pai torna-se o centro da nossa vida; Ele centra-nos e assim podemos dar frutos em abundância.

Participação. Somos chamados a ser seus colegas de trabalho na sua preocupação incondicional pelos outros. Ele exorta-nos a dar os dons que recebemos e a participar na missão do Espírito. Por vezes algo tão pequeno como um olhar bondoso, um ouvido atento, ou apenas a nossa presença é suficiente para fazer a outra pessoa sentir-se bem-vinda. Quando oferecemos os nossos dons e talentos, o Espírito fá-los dar frutos de formas surpreendentes.

A missão: “O meu espírito é para o mundo inteiro”. Claret não confinou a sua vocação missionária a uma paróquia, a uma diocese. Ele gastou-se e desperdiçou-se por todos com todas as suas forças, com todo o seu coração. Ele fez sua a confissão de São Paulo: “Ai de mim se eu não pregar o Evangelho”. E diz explicitamente: “A minha missão é dar a conhecer o Evangelho, proclamando-o em vão, fazendo-me escravo de todos para os conquistar a todos”. E quanto a nós? A missão não é nossa; é um presente recebido para os outros. A missão é de Deus. Ele permite-nos comunicar esperança e liberdade. Escolhemos o caminho mais desconcertante que se pode imaginar: o caminho das bem-aventuranças. Não há verdadeira missão se não houver verdadeira capacidade de sofrer por ela, de dar sentido ao cansaço, aos momentos críticos, aos erros?

E como sempre, vamos colocar tudo no coração de Maria.

Feliz Dia do Pai Claret!

 

0

Start typing and press Enter to search