Os claretianos leigos no Zimbabué… Um começo

Queremos partilhar uma pequena crónica que nos chega do Zimbabué sobre a constituição de um grupo de leigas claretianas. As nossas felicitações!

Cada viagem começa com um único passo! Era isso que tencionávamos fazer no sábado passado, 22 de Janeiro: dar o primeiro passo da nossa viagem como claretianos leigos no Zimbabué.

Com grande entusiasmo, cheio de entusiasmo e com as incertezas e perguntas de qualquer principiante, um grupo de 49 senhoras e senhores reuniu-se para descobrir o significado e as implicações de seguir o exemplo e o zelo apostólico de Santo António Maria Claret na nossa vida quotidiana, nos nossos contextos seculares, nos nossos empregos, nos nossos campos, entre as nossas famílias e com os nossos amigos. Um grupo de 49 pessoas provenientes das paróquias claretianas de S. Carlos Lwanga em Ruwa e S. Domingos em Zimre, ambas em Harare, interrogaram-se sobre a nossa identidade, a nossa vocação e a nossa missão como leigos no meio do mundo e como cristãos inflamados pelo mesmo espírito de S. António Maria Claret.

Manuel Ogalla CMF e P. Look Life Ndhlovu CMF, pudemos aprofundar no modo Claret a compreensão da missão partilhada (¨to do with others”), a riqueza e pluralidade da Família Claretiana e a origem e natureza do nosso próprio movimento de Leigos Claretianos. O dia terminou com uma vibrante celebração da Eucaristia e partilha do almoço, desfrutando da comunhão que nos faz uma só família, com um só coração e uma só alma.

Se é verdade que cada viagem começa com um único passo, esperamos fervorosamente que este tenha sido o primeiro de muitos outros a chegar. Rezemos para que assim seja.

 

0

Start typing and press Enter to search