O filme ‘Claret’ para reflexão na Pontifícia Universidade da Santa Cruz em Roma

Na última quinta-feira, 13 de janeiro, a Pontifícia Universidade da Santa Cruz, em Roma, sediou um encontro para refletir sobre ​​”Como levar a vida de um fundador para a telona”. O filme ‘Claret’ foi exibido e, em seguida, uma mesa redonda com Pablo Moreno (Diretor), Sergio Cardoso (ator) e Pe. Manolo Tamargo, cmf (responsável final do projeto em nome de nossa Congregação).

Aqui estão alguns dos destaques:

Manolo Tamargo CMF: “Para nós é importante dar a conhecer a figura de Santo António Maria Claret, que é um tesouro não só da nossa Congregação mas também da Igreja”.

Pablo Moreno (diretor): “Passei muitas horas a falar com os actores. Procuramos sempre os melhores actores que conseguimos arranjar. Temos casos de grandes pessoas que são ateus ou distantes da Igreja, mas o conhecimento envolve, e quando conhecem os santos de perto, mudam a sua ideia sobre a fé ou sobre a Igreja. Durante as filmagens, normalmente há sempre um padre presente para que qualquer pessoa que queira falar com ele. Por vezes os actores procuram-no mais do que a mim, que sou o realizador”.

Pablo Moreno (diretor): “Há uma frase do Papa Francisco que me agrada muito: “Não há santo sem passado e não há pecador sem futuro”. Falar sobre o carisma de uma congregação é muito agradável. É complicado porque é como desfazer o ADN. Somos todos parte do mesmo corpo, e cada um do seu carisma é um elemento diversificado”.

Sergio Cardoso (actor): “O meu personagem evolui (…). Como parte dessa evolução, antes de lhe atirar a faca digo “perdoa-me pai”… Com efeito, algo acontece no teu coração e na tua cabeça, evoluis com a personagem… Baixas todas as barreiras e deixas-te embebedar um pouco pela personagem, o que é histórico: Santo António Maria Claret tirou-o da prisão a pedido dos seus pais, e ele retribuiu-os tentando assassiná-lo, ao que Claret respondeu perdoando-o novamente e salvando-o assim da pena de morte. É inacreditável.

 

Estão em curso trabalhos para que nos próximos meses chegue ‘Claret’ às telonas na América e no resto dos lugares onde ainda não foi lançado.

 

Para mais informações: www.claretlapelicula.com

Para ler o artigo completo, clique aqui.

(FOTOS: Pontifícia Universidade da Santa Cruz)

 

0

Start typing and press Enter to search