Servindo a Palavra: Lc 11, 1-4

Lucas 11, 5-13:
“Se um de vós for pai e um filho lhe pedir peixe, em vez de peixe dar-lhe-á uma serpente? E se lhe pedir um ovo, dar-lhe-á um escorpião? Se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais o Pai do Céu dará o Espírito Santo àqueles que Lh’o pedem!”.

Chamaram-me a atenção estas últimas palavras do Evangelho de hoje. E também as que Jesus proclama depois, insistindo em que pratiquemos uma oração constante e sem cessar.
Ele sabe que nós não sabemos orar e que precisamos da orientação do Espírito Santo.
O Espírito ensina-nos a pedagogia própria para aprendermos a rezar e a pedir. Porque as nossas orações e petições são muitas vezes de tipo infantil. E o nosso Pai não atende os caprichos dá uma má educação aos seus filhos.
A oração deve tornar-nos mais conscientes do papel que Deus tem na nossa vida e daquilo que nós somos capazes de fazer.
Se pedimos ao Pai que nos conceda o Espírito Santo, o mesmo Espírito nos outorgará o dom e nos ensinará a rezar, orientando os nossos passos e as nossas ações.
Retificará ainda a nossa mente e guiará o nosso coração, norteando toda a nossa conduta.
Bons dias.

Antonio Mª Sanjuán Marín, cmf

0

Start typing and press Enter to search