Comentário do Domingo: 21 de Fevereiro

Marcos 1:12-15:

Domingo, 21 de Fevereiro de 2021 (1 T C B).

Cada primeiro domingo da Quaresma a Palavra de Deus recorda-nos as tentações de Jesus no deserto, antes de começar a sua vida pública. Este ano ouvimos a versão de São Marcos Evangelista, a mais curta e mais concreta.

Toda a vida é como um deserto que deve ser atravessado, e no qual as tentações são experimentadas. Jesus também, como qualquer ser humano, experimentou tentações. O apóstolo Tiago diz-nos na sua carta que “a tentação vem a cada um quando o seu próprio desejo o atrai e o seduz. Mas, tal como Jesus, temos a força para os vencer. Temos a força e a acção do Espírito. Se o deserto é o lugar do julgamento, é também o lugar do encontro com Deus.

Depois das tentações, São Marcos dá-nos as primeiras palavras da vida pública de Jesus: “O tempo está cumprido; o Reino de Deus está próximo. Arrependei-vos e acreditai no Evangelho”.

É uma nova oportunidade. Jesus volta a desafiar-nos no início da Quaresma. O Reino de Deus começou em nós. É possível viver a mesma ilusão que moveu Jesus. Acreditem nas boas novas do Evangelho. É a nova aliança que Deus quer fazer connosco (como fez antes com Abraão, Noé ou Moisés). Jesus é o sinal que o Pai nos oferece: com a sua vida, morte e ressurreição, ele obtém uma nova vida para todos nós. Pede-nos que ouçamos a sua palavra e nos ponhamos a caminho para esta nova vida.

Qual será a minha resposta a esta Quaresma?

 

Juan Ramón Gómez Pascual, cmf

 

0

Start typing and press Enter to search